Economia

Inflação ameaça novo Bolsa Família de Bolsonaro

Compartilhe

impacto da inflação sobre as contas públicas pode travar o lançamento do novo Bolsa Família em 2022, o Auxílio Brasil, anunciado pelo governo de Jair Bolsonaro no mês passado, diz a Folha.

Segundo o relatório Focus, o mercado estima que o IPCA vai terminar 2021 em 8%. A projeção subiu por 23 semanas consecutivas.

O Auxílio Brasil custaria R$ 18 bilhões a mais do que o orçamento atual do Bolsa Família. O governo quer aprovar um projeto para parcelar o pagamento de precatórios para criar espaço para o novo programa.

A alta da inflação, porém, deve consumir boa parte desse dinheiro.

 

Leia mais em O Antagonista 

Deixe uma resposta